Todo o dia é dia de…

IMG_4473.JPG

Sei que já faz tempo que setembro chegou ao fim, mas para dar continuidade a esse post gostaria de fazer um breve e pessoal relato.

Quando eu estava entrando no ensino médio não sabia que as coisas mudariam tanto. Que as cobranças aumentariam drasticamente, que as matérias seriam bem mais complicada e que escolher minha futura carreira estava tão perto!

Pela primeira vez fiquei de recuperação, e pode parecer besteira, mas eu achava que ia reprovar ! Claro que nunca fui uma aluna de notas excelentes, mas sempre ficava acima da média e quando me vi com médias vermelhas parecia o fim do mundo. Lembro que no fim primeiro ano do médio eu tinha um plano de cometer suicídio… É bem difícil admitir isso, mesmo já tendo passado 7 anos. Eu nunca executei meu plano, mas sempre que sentia que estava decepcionando meus pais e suas expectativas eu pensava em tentar. Eu pensava  em como eles ficariam melhor sem mim, em como o mundo ficaria melhor se eu não existisse mais.

Eu sempre fui uma pessoa relativamente animada e eu acredito que muita gente não sabe que eu já cheguei a pensar isso, a realidade é: temos que estar sempre atentos para oferecer um ombro amigo para quem precisa. Temos que prestar atenção todos os dias nas pessoas que amamos!

img_4454

Sinto no fundo do meu coração que foram os pequenos gestos dos meus amigos e entes queridos que aos poucos me fizeram ver que viver valia a pena. Que mesmo naquele momento em que eu me sentia um lixo, ainda sim eu era amada e sabia disso!

Há alguns anos eu nem sabia o que significava depressão e acho de extrema importância que não tratemos esse assunto como uma bobeira, pois se trata de uma doença séria que exige tratamento!

img_4518

O Outubro Rosa, mês de luta contra o câncer de mama, já está aqui e quero lembrar a todos que essas campanhas são de apenas um mês, mas a luta é pra ser todos os dias! Temos sempre que prestar atenção no nosso corpo e nas pessoas que nos são importantes!

Um beijão 😉

Chega de “não posso”

Essa semana, depois de quase 8 meses de enrolação, eu voltei para as minhas aulas de japonês e CARA como isso me fez bem! Tá me fazendo ter mais energia, mais vontade de viver (coisa que tá precisando…) e me dá MUITO orgulho de mim mesma, pois mesmo que seja aos pouco e apenas algumas frases perdidas e pequenas eu já começo a entender!! Isso sempre foi um sonho pra mim! Como sou descendente de japoneses e meus pais ficaram um ano no Japão pra juntar uma grana pra construir a casa antes de eu nascer, desde que eu consigo me lembrar sonho em conhecer a terra do sol nascente. E sentir que estou caminhando pra um dia quem sabe, realizar esse sonho É EXTREMAMENTE GRATIFICANTE!

 

25 antes dos 25 #1

No meio desse ano fiz uma lista de 25 (na verdade 22) coisas para fazer até os 25 anos -pra quem não sabe eu tenho 21- e na medida que eu for realizando e riscando minha listinha, vou compartilhando por aqui! Esse é apenas um texto introdutório então vou esperar concluir pelo menos 3 metas pra fazer outro post!

2016 está chegando e vamos todos com tudo pra cima dele, que esse ano que vem seja maravilhoso para todos!

Um beijão! E feliz 2016!!!!

Cultura do estupro e o jeitinho brasileiro (desabafo)

Recentemente invadiram a casa de uma pessoa muito próxima a mim e isso me fez refletir demais sobre como somos treinados dia após dia a não “dar muita bandeira” com as coisas que temos.

Exatamente como quando uma menina é culpada por se mostrar demais num abuso sexual, meu pai deu a entender que a culpa era da pessoa que teve a casa invadida e saqueada. Ele disse que ao não atender o portão ela teria dado a entender que ninguém estava em casa e isso fez os caras invadirem.

Mas CARAMBA NÃO É PRA INVADIR NUNCA, NÃO É PRA ESTUPRAR NUNCA.

Estou cansada desse pensamento “brasileiro” de que tem que tirar proveito de tudo e de todos. Não respeitam nem a mãe, pelo amor de Deus. Chega!

Quando chega um malandro, um drogado, um aproveitador para te roubar a culpa não é sua. A culpa é da falta de educação, a falta de vergonha na cara e a falta de RESPEITO.

E é toda essa revolta por hoje, obrigada (:

O amor

DSC00229

O amor é misterioso, chega de fininho e não te larga mais. No último dia 13, eu e meu namorado completamos 3 anos de namoro. Nenhum de nós havia completado mais de 6 meses com outra pessoa e sei que isso é apenas mais uma confirmação de que nosso encontro era pra ser.

Eu nunca amei alguém dessa maneira, eu nunca me peguei amando mais e mais. Quando me toquei, já estava amando a cada dia mais do que no anterior.

Esse é com toda a certeza do mundo o amor que eu sempre quis e sempre esperei, mas não seria assim -perfeito- se não fosse com ele.