Cultura do estupro e o jeitinho brasileiro (desabafo)

Recentemente invadiram a casa de uma pessoa muito próxima a mim e isso me fez refletir demais sobre como somos treinados dia após dia a não “dar muita bandeira” com as coisas que temos.

Exatamente como quando uma menina é culpada por se mostrar demais num abuso sexual, meu pai deu a entender que a culpa era da pessoa que teve a casa invadida e saqueada. Ele disse que ao não atender o portão ela teria dado a entender que ninguém estava em casa e isso fez os caras invadirem.

Mas CARAMBA NÃO É PRA INVADIR NUNCA, NÃO É PRA ESTUPRAR NUNCA.

Estou cansada desse pensamento “brasileiro” de que tem que tirar proveito de tudo e de todos. Não respeitam nem a mãe, pelo amor de Deus. Chega!

Quando chega um malandro, um drogado, um aproveitador para te roubar a culpa não é sua. A culpa é da falta de educação, a falta de vergonha na cara e a falta de RESPEITO.

E é toda essa revolta por hoje, obrigada (:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s